5 Séries do Netflix para começar a assistir agora

Segundo critérios extremamente rigorosos da crítica especializada, vulgo minha opinião

O Netflix é um canto muito sombrio da internet. É um lugar que te puxa pra cama quando seus amigos te chamam pra balada. Que te impede de estudar pra prova. Que sussurra “só mais um episódio” quando são 4h da manhã e você tem aula no dia seguinte. E já que novembro está chegando e, com ele, as sempre agradáveis semanas de provas e entregas de trabalhos, que tal aproveitar o momento propício para começar um seriado novo? Se você é masoquista que nem eu, seguem as séries nas quais estou pirando nesse momento.

Orange Is The New Black

giphy

A série: Piper Chapman é mandada para a prisão por ter ajudado sua ex-namorada traficante em um trabalho 10 anos atrás. A série conta o dia a dia dela e de várias outras detentas, mergulhando nas histórias de cada uma.

Por que é incrível: Porque, ao contrário de 99% dos seriados, essa é uma história com maioria absoluta de mulheres que não é sobre sexo ou relacionamentos (embora eles sejam temas BEM frequentes na trama). As personagens são pessoas intensas, os conflitos e relações entre elas são fortes e as questões levantadas são muito reais.

Bônus: Uma personagem trans é interpretada por uma mulher trans na vida real, a maravilhosa Laverne Cox. Porque representatividade é amor <3

Once Upon a Time

giphy (1)

A série: Pensa nos irmãos Grinn numa viagem de LSD. O mote é que os personagens dos contos de fada estão presos no nosso mundo e não se lembram de quem são. A única pessoa que entende o que está acontecendo é um garoto de 10 anos que tenta trazer de volta a memória de todos.

Por que é incrível: A série é basicamente uma enorme fan fiction e todos os personagens clássicos têm histórias super interessantes. Além do mundo dos contos de fada, as outras temporadas também expandem para a Terra do Nunca, o País das Maravilhas e Oz.

Bônus: O troca-troca entre histórias é pirado. Dentro dos relacionamentos, tem [SPOILER] a madrasta da Branca de Neve apaixonada pelo Robin Wood e a Mulan com uma crush implícita pela Bela Adormecida [/SPOILER].

Modern Family

A série: Uma das melhores comédias-família atualmente. São três núcleos de uma mesma família: o pai divorciado que casou com uma colombiana mais nova e ganhou um enteado de 10 anos; a filha mais velha, casada há 15 anos e mãe de 3 adolescentes; e o filho mais novo, que adotou uma bebê vietnamita com o namorado.

Por que é incrível: Porque tira um sarro de todos os clichês considerados ~moderninhos~, mostrando que as pessoas são muito mais do que seus estereótipos.

Bônus: É tanto personagem genial que nem cabe <3 Tem o Phil, o pai mais cafona e engraçado do mundo; a Glória, que joga no lixo o preconceito em relação à mulher gostosa; o Cameron, que encarna o clichê da bicha louca sem cair no desrespeito; etc etc etc, podia falar de todos e ainda não seria suficiente.

Sherlock

anigif_enhanced-18693-1409853387-5

“Nós solucionamos crimes, eu escrevo no blog e ele esquece as calças”

A série: Situada no mundo atual, é uma adaptação bem livre dos livros de Artur Conan Doyle, mas que se mantém especialmente fiel aos personagens originais. Cada temporada tem apenas 3 episódios, cada um com uns 90 minutos.

Por que é incrível: Porque a trama é criativa, inteligente e te prende de um jeito tal que o episódio passa muito mais rápido do que você gostaria. E também porque o Benedict Cumberbatch conseguiu fazer o Sherlock Holmes mais incrível desde o original, um cara complexo, maluco, engraçado e assustador.

Bônus: a série tem um fandom da pá virada e existem milhares de fanfics excelentes. Vale a pena fuçar o Archive of our Own (só não esquece de olhar as tags antes, algumas histórias são pesadíssimas).

Orphan Black

A série: Foca na história de Sarah, uma garota que começa a encontrar outras mulheres iguais a ela e acaba descobrindo que elas todas são clones. E que tem uma psicótica tentando matá-las. E que a comunidade científica está doidinha pra tomar conta das vidas delas. Etc.

Por que é incrível: Porque parte de um tema clichê, tem um roteiro cheio de furos e mesmo assim consegue te fazer matar a temporada inteira em uma madrugada.

Bônus: A perfeita da Tatiana Maslany, protagonista da série que interpreta APENAS 7 personagens diferentes (até o momento). As clones têm diferentes origens, histórias, sotaques, estilos, trejeitos… Como não amar?

Camila Lafratta

Feminista, deboísta, (quase) jornalista. Mãe de uma chinchilla agorofóbica e uma gata rajada sem um pingo da tal elegância felina. Tags: Nutella, tatuagem, Harry Potter, tênis, cachos, viagens.

Veja todos os posts de Camila Lafratta